Acerca de mim

A minha fotografia
Turma do 6ºAno do Colégio de Santa Clara.

Pesquisar neste blogue

A carregar...

sábado, 29 de outubro de 2011

Dramatização sobre o tema deste ano letivo

28 de outubro de 2011
Dramatização sobre o tema “Aprender a viver juntos… com regras”.

"Ninguém vive numa ilha deserta.

Já pensaste o que era a tua vida sem pais, avós, amigos, vizinhos, padeiros, médicos, professores e tantas, tantas pessoas que enchem os teus dias? Sem conversas, sem música, sem abraços, só silêncio?


No mundo há muitas pessoas. De todas as cores, idades, raças, religiões e formas de viver.
Todos querem ser felizes. Mas cada um à sua maneira. Por isso, precisam de regras para saberem o que fazer.
Há muitas situações em que precisas de regras. Por exemplo, quando esperas numa fila. Se todos passarem à frente, a fila transforma-se numa enorme confusão e ninguém se entende. Por isso, espera com paciência a tua vez e tudo correrá bem.




Sabias que já há relógios há muitos, muitos anos? Porque é preciso chegar a horas. Só assim se trabalha com tempo e calma e o trabalho fica bem feito. Sem correrias nem pressas. O tempo não para nem espera por ti.
De vez em quando, na sala de aula, olha à tua volta. O que vês? Há papéis no chão? Aparas de lápis? Restos de comida? Se está tudo limpo e arrumado, parabéns! Se não está, faz um esforço. É a tua mesa de trabalho. Uma boa arrumação leva a uma boa organização!
Em casa, na hora das refeições, há regras a seguir. Não vives na idade da pedra, tens de saber usar os talheres, sentar direito e colocar os objetos no lugar correto.
Se aprenderes a pôr a mesa, ajudas os teus pais e ficas um pouco mais crescido. Fica tudo mais bonito. Repara:
Alunos:
1.    Prato raso por baixo, prato fundo em cima;
2.    Garfos à esquerda, colher e facas à direita;
3.    Copo na frente, guardanapo também.
4.    Senta-te quieto e direito, não grites,
5.    Não interrompas ninguém.
6.    Espera pela mãe."


CANÇÃO FINAL

Refrão:
Temos o necessário,
nada de extraordinário,
p’ra ser bem educado e nada mais.
Somente o necessário
e é extraordinário
vivermos todos juntos e em paz.

1.   Assim é que eu digo                    
ninguém é diferente.              
P’ra ser meu amigo,                         
basta-me o que sente.            
As regras são a solução                   
Que podemos aplicar.                      
E se, por acaso,                                
me deres a mão,                      
     evitarás                           
a confusão.                                        
E então                                                        
é o necessário                                   
p’ra se ter educação.                        
Educação.                                     


2. Ouve o que eu te digo:
Saber esperar
não é um castigo,
tudo organizar.
E um espaço arrumado
mostra que és capaz.
E se, por acaso,
estenderes a mão
arrumarás
a confusão.
E então
é o necessário
p’ra se ter educação.
Educação

 
Foi mostrado um trabalho que foi feito de forma mais individual, sem muita organização ou regras.

Como o resultado não foi bem o pretendido, foi feito um novo trabalho com regras e trabalho de equipa, o qual ficou bem melhor.

Texto e letra da canção da autoria de Ana Bretão.
Trabalho realizado pelos alunos do 6º Ano com a colaboração dos professores da turma.

5 comentários:

  1. Prof. Salomé01:29

    Gostei muito de ver a vossa dramatização. Fizeram um ótimo trabalho. Parabéns!

    ResponderEliminar
  2. 3º Ano A Santa Clara14:35

    Gostámos muito de ver o vosso trabalho! Gostámos de tudo. Gostámos da parte da fila, dos relógios, da casca de banana, do "Uga, Uga", da aluna que tocou piano, da vossa canção, da parte que estavam à mesa... de tudo! Congratulations!

    ResponderEliminar
  3. Catarina16:49

    Gostei muito de fazer a peça!

    ResponderEliminar
  4. Tiago Ventura21:44

    Adorei a peça.Espero que também tenham gostado

    ResponderEliminar
  5. Matilde Rocha20:03

    Adorei fazer a peça e gostei muito de cantar a canção! :)

    ResponderEliminar

Antes de sair, deixe um comentário.